Testes de direção para retirar CNH serão gravados por microcâmeras

Detran-AM quer dar mais isenção à avaliação dos examinadores e mais transparência aos resultados

 

Leonel Feitoza mostra equipamento que será instalado nos veículos

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AM) vai passar a gravar, por meio de microcâmeras portáteis, os testes de direção para a retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B. A ideia do órgão é instalar as câmeras dentro dos veículos usados nos testes feitos no Complexo de Exames e Direção Veicular, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus.

Segundo o diretor-presidente do Detran/AM, Leonel Feitoza, a iniciativa tem como fim dar isenção à avaliação feita pelos examinadores e possibilitar que os candidatos recorram da nota aplicada, caso se sintam prejudicados. É comum que os resultados dos exames de direção sejam questionados por quem é reprovado. Atualmente, a palavra do examinador é definitiva no teste.

“As provas serão filmadas  desde a hora que a pessoa entra no veículo, em todos os exames que forem feitos. Isso dará segurança para os nossos examinadores”, disse Leonel Feitoza. Segundo ele, cada câmera tem um custo de R$ 500. O órgão pretende adquirir 20 unidades ainda este mês, por meio de processo licitatório.

Arquivo disponível

O diretor-presidente do Detran/AM garante que as filmagens serão catalogadas com data e horário das provas, nome do examinador e do candidato, e estarão disponíveis sem burocracia no Departamento de Trânsito. “As imagens são públicas”, sustentou.

De acordo com Leonel Feitoza, o órgão já vem usando outras 20 câmeras para gravar as ações de trânsito que têm como fim garantir a aplicação da Lei Seca. Cada câmera tem capacidade para gravar imagens por até sete horas de forma ininterrupta.  “Todas as ações de rua estão sendo gravadas por câmeras, que ficam presas aos coletes dos agentes”, disse Leonel Feitoza. “A imagem também vale como prova e evita a história de que o agente tratou mal os condutores”. Conforme Feitoza, em 30 dias, no mês de março, as ações do Detran/AM diminuíram em 30% os índices de acidentes. “Essa foi a primeira Páscoa que não tivemos morte”.

Candidatos aprovam a medida

Para o universitário Marcelo do Vale, 19, que já se sentiu prejudicado durante os testes de direção veicular do Detran/AM, a ideia pode preservar o candidato. Reprovado em três testes, ele admite erro em um deles, mas nunca obteve explicação sobre o motivo das demais eliminações. “A maioria das pessoas se sente prejudicada, mas não tem como questionar. Gravar pode dar mais segurança”, disse ele.

O profissional liberal Luiz Ribeiro, 23, que foi considerado apto para retirar a CNH já no primeiro teste, aprova a ideia, mas ressalta que ela só será válida se não houver burocracia para a requisição das imagens. Ele lembra que os veículos são dos instrutores ou das próprias autoescolas, e não do Detran/AM. “Acho a iniciativa válida pois a gravação auxiliará ambas as partes na hora de contestar resultados. Uma imagem vale mais que mil palavras”, brincou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s