Como está o engajamento da sua marca no Facebook?

Como está a presença da sua empresa no Facebook? Bem, a resposta para essa pergunta, na minha opinião é: depende. Por que depende, Camila? Depende de qual métrica* estamos olhando. Existem várias métricas que podem ser utilizadas para medir o desempenho de uma empresa no Facebook. Aqui vão alguns exemplos:

  • Geração de tráfego: quantos acessos o Facebook está gerando para o seu site;
  • Conversões: a partir do tráfego gerado, quantas pessoas estão comprando, solicitando um orçamento ou entrando em contato com sua empresa;
  • Alcance: quantos usuários no Facebook suas postagens alcançam;
  • Fãs por período: quantos fãs sua página adquiriu em determinado período;
  • Engajamento por publicação: quanto de engajamento (cliques, visualização de fotos, reprodução de vídeos, por exemplo) suas postagens conseguem;
  • Falando sobre isso por publicação: quantos curtir, comentários e compartilhamento suas publicações alcançam;
  • Engajamento por página: quantos fãs sua empresa tem e quantos estão engajados com a empresa?

*Para conhecer todas as métricas do Facebook e o que elas significam, acesse o “Glossário: Métricas do Facebook em nível de publicação e em nível de página”.

Engajamento por página

Na medida do possível, irei explorar melhor cada uma das métricas acima. Porém, hoje quero começar com uma bem básica: engajamento por página. Ter uma página no Facebook não é simplesmente acumular fãs. Número de fãs, em minha opinião, é uma métrica importante, mas que, sozinha, não é sustentável. Não é sustentável porque você precisa ter pessoas engajadas com seu conteúdo para continuar vivo no Facebook.

Neste ponto, é importante que você conheça o Edgerank e como ele exige que as empresas e suas fanpages, produzam conteúdo de qualidade, que gere engajamento, para continuarem vivas no Facebook.

Para que você entenda melhor o que é o Edgerank, convido a assistir o vídeo a seguir.

Agora que você compreendeu melhor o que o Edgerank faz, espero que tenha ficado clara a importância de ter engajamento com seu conteúdo. Quando me refiro a engajamento, temos duas opções:

  • Engajamento de ação: cliques, visualizações de fotos, visualização de vídeo;
  • Engajamento de propagação: curtir, comentar, compartilhar, marcar.

Desta forma, é importante que sua empresa gere os dois tipos de engajamento. O primeiro gera a ação apenas, ou seja, a pessoa mostrou que está interessada no seu conteúdo, clicando, por exemplo, nos links postados. Esta métrica pode ser acompanhada em cada postagem na coluna “Usuários envolvidos” no Facebook Insights e isso conta para o Edgerank. Já o engajamento de propagação, além de mostrar o interesse no conteúdo, promove a propagação deste conteúdo para a rede de contatos desta pessoa no Facebook. Aumentando assim, a visibilidade do seu conteúdo. Esta métrica pode ser acompanhada em cada postagem na coluna “Falando sobre isso” no Facebook Insights.

Como saber o meu engajamento?

O engajamento de ação (usuários envolvidos) pode ser usado para medir, por exemplo, o consumo de determinado conteúdo ou o tráfego que este conteúdo publicado gera ao seu site, por exemplo. Já o engajamento de propagação (pessoas falando sobre isso) pode ser usado para medir o engajamento da sua página. Para isso, precisamos de outra métrica: número de fãs.

A partir destas duas métricas, temos a fórmula:

Taxa-engajamento-Facebook

A partir desta divisão, você terá um número. A partir deste número, podemos utilizar a tabela de engajamento do Socialbakers para saber como anda o engajamento da sua página.

ROE-Socialbakers

Na tabela é possível identificar os níveis de engajamento e se ele é ruim, médio ou alto. A partir disso, você tem uma estimativa de quantos fãs suas postagens alcançam. Se preferir, multiplique o valor encontrado por 100 para ter uma porcentagem dos seus fãs engajados.

Ah, uma coisa muito importante para sua empresa é saber o que falam sobre sua marca. Nem sempre um alto índice de Falando sobre isso é bom. Por isso, é imprescindível que sua empresa monitore as conversas sobre a marca. Para ajudar, dê uma olhada no post “Monitoramento de marcas no Facebook: Seleção de ferramentas”.

Por que isso importa?

Precisamos entender que acumular fãs no Facebook não é o que importa. Isso não é marketing, é uma compulsão. A mesma regra vale para um site: vale apena ter cem mil acessos por dia no seu e-commerce e não fazer nenhuma venda? Isso é sustentável? Vale a pena então, ter 100 mil fãs e grande parte deles não verem suas publicações e não trazerem retorno para sua empresa que justifique a presença no Facebook.

É importante lembrar: ninguém vive de curtir, é preciso mais do que isso. É preciso retorno. Neste ponto, aproveito para sugerir o vídeo do Estevão Soares, falando justamente sobre ROI nas mídias sociais. Assista aqui.

 

Escrito por Camila Porto em iMasters

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s