Compare os smartphones Galaxy S4, Galaxy SIII e iPhone 5

Fonte: G1

O novo smartphone ‘topo de linha’ da Samsung, o Galaxy S4, chegou às lojas brasileiras no final de abril. A coluna Tira-dúvidas de Tecnologia testou o novo aparelho e fez um comparativo com o modelo Galaxy S III compatível com redes 4G, bem como com o aparelho da principal concorrente, o iPhone 5, da Apple.

Entre os três smartphones avaliados, o destaque fica com o Galaxy S4, principalmente para quem busca um aparelho com uma boa câmera e uma tela apropriada para assistir a filmes. Já no acabamento externo, o iPhone 5 ainda apresenta o que existe de mais robusto, enquanto o Galaxy S III LTE, com 4G, se mostra uma excelente opção para quem busca um aparelho com hardware de alto desempenho e não quer investir tanto num smartphone. Veja a avaliação de cada aparelho e um comparativo com o Galaxy S4*.

Samsung Galaxy S4
É o principal smartphone da Samsung, com mais de 10 milhões de unidades vendidas. O aparelho chegou ao Brasil no final de abril e tem sido o grande destaque no mercado nacional. Toda essa procura deve-se a inúmeras novidades – algumas delas exclusivas -, que colocam o aparelho em posição de destaque.

O alto desempenho do aparelho faz jus à sua reputação: ele conta com um processador Exynos 5 Octa de oito núcleos e 2 GB de memória RAM. O que pode parecer um exagero acaba sendo o hardware apropriado para garantir a execução de múltiplas tarefas e a alternância entre aplicativos que estão em execução com a máxima fluidez. Além disso, proporciona uma experiência única na execução de games de última geração em HD.

O Samsung Galaxy S4 lembra em alguns detalhes o seu antecessor, mas as semelhanças se restringem ao conceito de design. Isso porque o novo modelo conta com uma tela ainda maior (agora com 5 polegadas), o que não chega a comprometer com o seu tamanho final. Para quem não está acostumado com um smartphone tão grande, pode parecer desconfortável manipulá-lo no início. Mas em poucos instantes o novo gadget acaba se tornando inseparável, afinal, com uma tela enorme e com alta resolução, basta escolher e ele será usado como um leitor de e-books, uma console de games, uma ferramenta de trabalho, uma estação de entretenimento, ou simplesmente um meio de navegar na internet. Em qualquer uma das opções, o aparelho irá desempenhar o seu papel proporcionando conforto e agilidade.

Entre as novidades que são perceptíveis logo no primeiro contato, o destaque é a função SmartPause. Através dela, o aparelho identifica o desvio do olhar e para imediatamente a exibição do vídeo. Ainda associado à interatividade, é possível navegar na internet ou ler e-mails, sem ter que se preocupar ficar rolando a página para cima ou para baixo. O S4 possui um recurso que acompanha a inclinação do rosto e a posição dos olhos. Com isso é possível controlar a rolagem sem ter que encostar na tela. É possível que o leitor ache confuso o controle, mas é questão de instantes para pegar o jeito. Seguindo nessa linha, o aparelho também pode ser controlado através de gestos – tudo isso graças aos sensores frontais.

A câmera está entre as melhores presentes em smartphones – ele conta com 13 MP e câmera frontal de 2 MP. Mais do que isso, o gadget tem diversos recursos associados, tais como salvar simultaneamente vídeo e foto registrados com a câmera. A captura de fotos em movimento ficou muito mais fácil, agora o aparelho captura diversas imagens e no final o usuário só terá que escolher quais foram as melhores. Também estão presentes opções de aprimoramentos em que é possível escolher a melhor foto de cada pessoa a partir de cinco fotos consecutivas. Para quem quer sempre estar bem na foto, o recurso “embelezar o rosto”, melhora as feições automaticamente ao tirar fotos de retratos. E claro, todas as imagens capturadas são salvas em ‘full HD’.

O smartphone também conta com três opções de armazenamento de dados: 16 Gigabytes, 32 GB e 64 GB, sendo que as versões de 16 GB e 32 GB contam com opção de expansão de memória via cartão SD.

Para quem domina o inglês, vale a pena conferir um recurso chamado S Voice. Trata-se de um assistente digital controlado por voz. Até o momento, no entanto, não há suporte para o português.

A autonomia de bateria está entre as maiores encontradas nos smartphones de última geração, pois mesmo em uso intenso, navegando na internet 4G, exibindo trinta minutos de vídeo em HD, jogando cerca uma hora, fazendo vídeos e fotos, foi possível contar com mais de 12 horas sem ter que plugá-lo na tomada para recarregar.

O acabamento destoa do seu excelente hardware. Embora o Galaxy S4 tenha um visual exuberante, agora com uma moldura metálica, a fabricante peca mais uma vez no que diz respeito à adição e remoção do cartão de memória e o chip. Afinal, em um aparelho repleto de novidades, ter que remover a tampa traseira e se não tiver paciência, a bateria, apenas para trocar o chip, não é a solução mais elegante para esse tipo de problema.

Samsung Galaxy S III LTE GT-i9305
O sucessor do já conhecido Galaxy S III ganhou um fôlego extra no quesito desempenho, além de poder navegar cerca de quatro vezes mais rápido se estiver conectado na rede 4G. Embora o serviço de internet móvel de alta velocidade esteja restrito inicialmente às cidades que receberão os jogos da Copa das Confederações, ainda assim é uma excelente alternativa para quem procura um smartphone de última geração, com uma tela grande e de alto desempenho.

Se comparado à versão anterior do SIII, o processador permanece o mesmo – Exynos Quad Core Processor 1.4GHz – mas a memória RAM dobrou. Agora, o aparelho conta com 2 gigabytes (GB) para melhorar ainda mais a performance. O resultado dessa combinação é uma transição mais eficiente entre os aplicativos em execução.

A qualidade das imagens na tela de 4,8 polegadas não deixa de impressionar pela tecnologia Super AMOLED. Além de ser um diferencial para a execução de games, também permite navegar confortavelmente na internet, ou mesmo ler um livro eletrônico (e-book).

A câmera manteve-se com as mesmas especificações do seu antecessor, 8 megapixels (MP) na traseira e 2.0 MP na frontal. Não foi dessa vez que a Samsung investiu em melhorias significativas nos recursos de geração de imagens e gravação de vídeos. Permaneceram os recursos de edição de imagens, efeitos, autorretrato e flash.

Para os aficionados pelo sistema operacional Android, o aparelho já conta com a versão Jelly Bean 4.1.2, além de ser mais segura, teve correções que impactam diretamente no consumo e na autonomia da bateria. O aparelho também traz como diferencias a tecnologia NFC, que permite a transferência de dados por proximidade.

A autonomia da bateria teve que ser expandida para que desse conta da navegação em alta velocidade, sem comprometer o tempo longe do carregador. É possível exigir do aparelho pelo menos nove horas de uso intenso, navegando no 4G, fazendo download de arquivos grandes, gravando vídeos em HD e compartilhando em redes sociais.

Embora seja um aparelho com um design sedutor, ele pode decepcionar os usuários mais exigentes. Além de ter sido construído com um material que causa a sensação de frágil. Para adicionar ou remover o chip e o cartão de memória é preciso remover a tampa traseira e dependendo da paciência, a bateria do aparelho. Isso tudo para fazer uma operação trivial. Além disso, os encaixes da peça não parecem ser apropriados para o uso intenso.


iPhone 5

Embora já não seja possível afirmar que o iPhone 5 é uma novidade (já existem vários rumores sendo publicados na internet sobre o suposto sucessor), ainda assim, em se tratando de Apple, é sempre um destaque no mercado de smartphones. Nessa versão houve uma melhora significativa no quesito desempenho, se comparado com a versão anterior. Ele vem equipado com o processador de alto desempenho, o A6, cerca de duas vezes mais rápido do que o modelo presente no iPhone 4S. (Veja as primeiras impressões do G1 no lançamento do iPhone 5).

Seguindo a tendência de smartphones com telas grandes, embora a tela do iPhone tenha aumentado para 4 polegadas ainda parece bem distante dos seus concorrentes. A qualidade da tela de retina é excepcional para a exibição de imagens, vídeos ou para games de alta definição no formato 16:9.

A câmera do iPhone manteve a mesma resolução de 8 MP, porém agora é possível fazer fotos panorâmicas de até 28 MB de tamanho. Em ambientes bem iluminados, o resultado é muito bom, seja para fotos ou vídeos em 1.080p. Já a câmera frontal permite a gravação de vídeos com resolução de 720p além de proporcionar videochamadas com mais qualidade.

A autonomia da bateria não é o ponto forte do iPhone 5. Embora o fabricante afirme que houve melhorias, ainda não é possível usufruir ao máximo os recursos do aparelho durante um dia inteiro. Os testes envolveram acesso a e-mails, gravação de vídeo, publicação de conteúdos em redes sociais e exibição de vídeo em alta definição com 35 minutos de duração.

A distância, o iPhone 5 pode não evidenciar mudanças significativas, porém basta manuseá-lo para perceber a evidente redução de peso (cerca de 20% mais leve) e espessura. A traseira de vidro cede lugar para o alumínio anodizado, revestido de uma camada preto fosco ou branco alumínio. A riqueza nos detalhes de acabamento rendem muitos elogios. Tudo foi pensado. Inclusive o posicionamento da entrada para fones de ouvidos, que agora está na parte inferior do aparelho. Outra novidade é conector Lightning, que substitui a tradicional porta de 30 pinos para 9 pinos.

No quesito conexão móvel, o iPhone 5 ainda perde para o S4 e para o S III por não oferecer acesso a redes 4G compatível com o padrão brasileiro. Por enquanto, o aparelho funciona somente em 3G no país. Veja aqui uma lista de países nos quais o iPhone 5 tem 4G compatível com o brasileiro.

A assistente pessoal virtual Siri recebeu mais idiomas, mas ainda não foi desta vez que os brasileiros poderão usar o seu iPhone através comandos de voz no idioma local. Numa tentativa de oferecer um serviço de mapas diferenciados, o Google maps foi trocado pelos mapas da TomTom, estratégia equivocada que acabou rendendo pedido de desculpas pelo CEO da Apple, Tim Cook, e a decisão de voltar atrás e usar os mapas do Google.

*O aparelho Samsung Galaxy S4 com chip 4G foi cedido pela Claro. O modelo Galaxy S III foi cedido pela fabricante

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s